AÇÕES

Ações das organizações Munduruku em combate à pandemia do coronavírus

AÇÕES REALIZADAS DESDE O MÊS DE MARÇO, INÍCIO DA QUARENTENA.

INFORMATIVO WAKOBORUN

FORTALECIMENTO DA COMUNICAÇÃO INTERNA E EXTERNA 

A associação também está trabalhando para apoiar e fortalecer a comunicação nas aldeias seja com a compra de equipamentos para radioamador, facilitando o acesso a informação em aldeias mais afastadas, onde já está o coronavírus. Como até mesmo a colaboração na instalação e pagamento de internet via satélite em aldeias distantes. Foram traduzidos materiais informativos para língua munduruku e distribuída a informação em cartilha ou whatsapp. 

BARREIRAS SANITÁRIAS NAS ALDEIAS

As aldeias junto às Associações  do médio e alto Tapajós estão se organizando de forma autônoma para criar cordões de isolamento, impedindo a entrada de não indígenas nas nossas terras, para conter a propagação do coronavírus. 



OFICINA DE REMÉDIO TRADICIONAL

Desde o início da quarentena a Associação Wakoborun promoveu quatro produções de pomadas e medicina tradicional,na Terra Indígena Munduruku. Em um grupo pequeno, para resguardar a segurança e saúde dos participantes. Houve intenso compartilhamento de sabedoria que podem ajudar a enfrentar essa pandemia e esse momento tão difícil. A utilização dos remédios da farmácia deve ser complementada pelos remédios próprios dos Munduruku para que possamos vencer esse inimigo invisível (coronavírus). 



ASSOCIAÇÃO PARIRI

Entrega de cestas básicas nas aldeias do médio Tapajós e ações de educação e informação sobre a pandemia de covid-19

Com o apoio da CPT e de outros parceiros e fundos de combate à COVID-19, a Associação Pariri entregou cestas básicas nas onze aldeias do médio Tapajós, para garantir sua segurança alimentar durante o período de pandemia. Durante os meses de março e abril também foram realizadas diversas ações nessas aldeias visando à conscientização sobre a importância do isolamento no território e à educação e informação sobre medidas de  higienização e segurança para prevenção do contágio do coronavírus. 

ACEWEWEKUK  – Wakoborun

No mês de abril, a Associação de mulheres Munduruku Wakoborun, promoveu uma expedição de saúde – ACEWEWEKUK – pelas aldeias do rio Cururu. Nesse difícil momento, a Associação buscou a união do seu povo, levando informações sobre medidas de  higienização e segurança para prevenção e cuidados a diversas aldeias.  Foram entregues às aldeias materiais de pesca, caça, ferramentas de roça, materiais de limpeza, máscara e alimentação básica para manter o povo isolado, longe das cidades, onde o vírus está se disseminando rapidamente. A Associação trabalha aos poucos, como as formigas, ajudando os mais velhos, as mulheres com bebês de colo, no enfrentamento da pandemia.

DOAÇÃO DE RESPIRADORES

A Associação Indígena Pariri e a Associação de Mulheres Wakoborun, no dia 18 de Junho 2020, receberam 40 concentradores de oxigênio doados pela Amazon Watch em parceria com o Dsei Tapajós, Saúde Alegria, Greenpeace e Expedicionário da Saúde, que estão dando apoio no combate à Covid19.

 

Ainda precisamos de mais concentradores e outros equipamentos para as unidades intermediárias de atendimento que estão sendo montadas nas aldeias pelo DSEI Tapajós. 

 

Na aldeia Katõ, por exemplo, mais de 100 das cerca de 600 pessoas que lá vivem testaram positivo e existe apenas um concentrador no polo base para atender os sintomáticos.



pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR